Evidências de gigantes na Antiguidade e ao redor do mundo

Autor: Fernando T. Traduzido por: Rafael Barros A crença na existência de seres humanoides gigantes tem pendurado no tempo durante há séculos. Desde mitos que nos tem fascinado, até descobrimentos e evidencias que levantam isso como uma realidade. Os gigantes estão presentes numa infinidade de textos, relatos antigos e tradições de povos do todo oContinuar lendo “Evidências de gigantes na Antiguidade e ao redor do mundo”

Uma raça de gigantes imortais nos Andes: os segredos de Amáraka

Autora: Débora Goldstern Traduzido por: Rafael Barros Hoje esta escritora entrega pistas sobre o continente americano, e um mistério de alta iniciação, sobre uma antiga raça de imortais ainda em atividade. Ainda que muitos consideram essa ideia, como fruto de lendas fantásticas, existe certa evidencia sugerindo a existência dessa realidade, claramente impossível. Levantemos o véuContinuar lendo “Uma raça de gigantes imortais nos Andes: os segredos de Amáraka”

Gigantes no Antigo Egito? Um “dedo mumificado” poderia o confirmar

Autor: Erick Sumoza Traduzido por: Rafael Barros A crença nos gigantes não se remonta a um simples mito. Existem muitas provas arqueológicas, aceitadas e não reconhecidas que sugerem sua existência. Esse é o caso do colossal dedo encontrado no Egito. Estudiosos das antigas culturas que habitaram o mundo há milhares de anos, estão convencidos queContinuar lendo “Gigantes no Antigo Egito? Um “dedo mumificado” poderia o confirmar”

A Misteriosa Tiahuanaco: Uma cidade construída por gigantes – Parte II

Autora: Mariló T.A. Traduzido por: Rafael Barros Se existisse um símbolo de Tiahuanaco, esse viria a ser sua famosa e impactante Porta do Sol. Pensa-se que essa gigantesca porta formava parte de uma estrutura maior e talvez se tratasse da porta de entrada ao complexo de Puma Punku, fora do centro urbano. A rachadura queContinuar lendo “A Misteriosa Tiahuanaco: Uma cidade construída por gigantes – Parte II”

A misteriosa Tiahuanaco: uma cidade construída por gigantes – Parte I

Autora: Mariló T. A. Traduzido por: Rafael Barros Tiahuanaco é, sem dúvida alguma, um dos conjuntos arqueológicos mais enigmáticos da América pré-inca. Situado em pleno altiplano boliviano, se encontra muito próximo nas profundas águas do Lago Titicaca, o lago navegável e mais alto do mundo. Existem muitas contradições com respeito a suas origens. A melhorContinuar lendo “A misteriosa Tiahuanaco: uma cidade construída por gigantes – Parte I”

Kap Dwa, o misterioso gigante de 2 cabeças e mais de 3 metros de altura

Há muito tempo temos escutado histórias sobre gigantes, mas poucas vezes ouvimos falar a respeito de um gigante de 2 cabeças. É possível que tenha existido um: Kap Dwa. Existem muitas histórias fascinantes relacionadas com os “fenômenos”. Alguns são mais surpreendentes que outras, mas poucas vezes se relacionam com fenômenos tão estranhos como Kap Dwa.Continuar lendo “Kap Dwa, o misterioso gigante de 2 cabeças e mais de 3 metros de altura”

Descoberto sepultamento de “Gigantes” da época bizantina na Crimeia

Uma equipe de arqueólogos russos tem encontrado uma necrópole com várias dezenas de tumbas com esqueletos “parecidos com restos de gigantes” que datam da época do Império bizantino. O descobrimento foi informado pelo subdiretor do departamento de proteção de monumentos do Museu Histórico e Cultural da Crimeia Oriental, Vladimir Frolov, em declarações ao meio RG.Continuar lendo “Descoberto sepultamento de “Gigantes” da época bizantina na Crimeia”

A verdade sobre os Anunnaki: os mitos dos Nefilins e os gigantes na história da humanidade – Parte II

Afigura-se essencial na Teoria dos antigos astronautas e na narrativa do autor Zecharia Sitchin um grupo de seres míticos conhecidos como os Anunnaki, que segundo Sitchin cruzaram seu próprio DNA como o Homo erectus para criar a humanidade, com a intenção de utilizar os seres humanos como escravos para extrair ouro e outros minerais dasContinuar lendo “A verdade sobre os Anunnaki: os mitos dos Nefilins e os gigantes na história da humanidade – Parte II”