O «contatado» Billy Meier e suas controvertidas fotos de OVNIs

Autor: Exploración OVNI                Tradução de: Rafael Barros

Eduard «Billy» Albert Meier nasceu na cidade de Bülach no Zürcher Unterland na Suíça em 1937, e desde muito jovem começaria a ter algumas experiencias muito estranhas. Na idade de apenas 5 anos, quando em 1943 afirma ter conhecido um senhor chamado «Sfath», que supostamente era de uma raça de extraterrestres que o chamaria os Pleiadianos, do aglomerado de estrelas das Plêiades

Ao longo dos anos, faria contato telepático com outros pleiadianos, em particular uma mulher chamada Asket, e supostamente o ensinaria seus caminhos, cultura e vida em seu mundo, além disso de instrui-lo sobre como voltar a encaminhar à humanidade despois de ter perdido nosso caminho há muito tempo. Isso continuaria até 1964, quando Meier afirmaria que todo contato com os extraterrestres parou repentinamente. Porém…

Em 1975, Meier afirma que foi contatado mais uma vez pelos Pleiadianos, desta vez uma mulher chamada Semjase, que aparentemente era neta de Sfath. Esse contato inspiraria Meier a iniciar um programa chamado Freie Interessengemeinschaft für Grenz- und Geisteswissenschaften und Ufologiestudien (Comunidade Livre de Interesse para as Ciências de Fronteira e Espirituais e Estudos Ufológicos), e durante décadas alegaria centros de reuniões telepáticas com esses extraterrestres, especialmente Semjase, e foi com ela que começaria a produzir fotografias que tem sido simultaneamente icônicas e polêmicas até o dia de hoje.

Eduard Albert Meier

Segundo Meier, os Pleiadianos começaram a permiti-lo fotografar claramente o que ele chama suas «naves de raios», e ele começaria a publicar essas fotografias num clip rápido, finamente tendo 1.476 fotos e 34 vídeos entre os anos 1975 e 1981, todas notáveis em sua claridade. Inclusive fez fotos dos próprios extraterrestres, assim como das que supostamente foram tiradas do mundo ou até no mundo pré-histórico. Além disso, fazia transcrições de suas conversas com os extraterrestres, assim como amostras de metal, gravações de sons e filmagens de vídeos, muitas vezes supostamente brindando conhecimentos tecnológicos e previsões que se alegavam muito adiante de seu tempo. Grande parte disse tem sido aceito ativamente por alguns na área, com um artigo no prnewswire, que se refere à investigação do pesquisador de ovnis Michael Horn e diz.

«Algumas das 1200 de Billy Meier foram de ovnis da era pré-digital autenticadas independentemente, feitas de 1975 a 1981, proporcionadas ao professor de Havard Avi Loeb como a melhor evidencia de ovnis extraterrestres. Durante o curso de investigação de milhares de páginas de informação, Meier afirma que os extraterrestres proporcionaram, Horn e outros pesquisadores têm encontrado mais de 250 exemplos de informação cientifica específica previamente desconhecida que Meier publicou a mais de 60 anos antes do ‘descobrimento oficial’. A prova contundente de que Meier publicou primeiro a informação está estabelecida por direitos do autor reconhecidos internacionalmente. Transmitida na linguagem clara da ciência, e posteriormente confirmada pelos descobrimentos da NASA, já informação sobre todos os planetas do sistema solar, assim como sobre os buracos negros, a velocidade da gravidade, a iminente ameaça que apresenta o asteroide Apophis».

As imagens em si mesma são icônicas e reconhecidas no instante, mesmo assim não se dá conta conscientemente de onde provêm. Por exemplo, o posto OVNI «I want to believe» ou «Quero Acreditar» do Agente Mulder em seu escritório na bem-sucedida série X-Files é um dos de Meier, ainda que somente nas primeiras três temporadas e se trocou na quarta temporada devido a um processo de propriedade intelectual apresentada por Meier, já eu os criadores da série nunca tiveram permissão para usar a imagem. Quando as fotos foram publicadas pela primeira vez, causaram grande alvoroço, se convertendo nas fotos de OVNIs mais publicadas de todos os tempos. Você pode ver uma seleção de algumas das fotos aqui. Ninguém tinha visto fotos tão claras de OVNIs antes, mas foi essa clareza e a natureza prolífera deles o que imediatamente atraiu os céticos. Por um lado, as fotos têm sido identificadas como, bom, aparecendo bastante falsas e encenadas, as vezes, inclusive com correntes visíveis. Também estão os fatos de que os próprios extraterrestres se vêm conveniente exatamente como humanos, e nada disso foi ajudado pela confissão da esposa de Meier em 1997 de que havia estado fazendo modelos de OVNIs de plástico para fotografar, e que os extraterrestres dos que havia feito fotográficas eram simplesmente fotos de Michelle DellaFave e Susan Lund, membros da companhia de canto e baile The Golddigger, que logo se verificou. Também alimentava o ceticismo que o grupo de Meier era visto cada vezes mais como um culto OVNI assustador, e suas audácias afirmações de que ele era a sétima reencarnação depois de seis profetas comuns do judaísmo.

Famoso poster de «I want to believe» ou «Quero Acreditar»

Tudo isso parece bastante condenatório para a veracidade da famosa coleção de fotografia de Meier, mas também tem dito pessoas dispostas a defendê-lo e que continuam dando fé de sua autenticidade. Inclusive tem havido afirmações de que as fotos de aparência falsa têm sido manipuladas para que parecem dessa maneira com o fim de descartadas como falsas como parte de um encobrimento e desinformação do governo. O folheto de 1988, a verdade sobre Billy Meier diz isso:

«A pessoa de contato OVNI, Billy Meier, frequentemente é atacada por pessoas desinformadas que não tem o menor conhecimento dos contatos completos de Billy e sua missão, e todos os detalhes. Nem sequer tem conhecido Billy em pessoa. Críticos desinformados e pessoas pouco confiáveis que sentem que os contatos e a missão de Billy são impossíveis, o desacreditam e o acusam de ser um charlatão ou algo pior, e tratam de ridicularizado. Contudo, em termos gerais, estão mal-informados sobre os problemas e contextos e, portanto, não estão em condições de emitir um juízo realista e competente sobre a missão, os contatos ou a pessoa de Billy. Billy não lutou para esses contatos com extraterrestres. Pelo contrário, foi buscado pelos pleiadianos, devido a uma antiga missão de milhares de anos. Mais, muitas pessoas mesmo assim afirmam que Billy falsificou centenas de fotos de OVNIS que foi preciso para alcançar algum tipo de fama pessoal e/ou ganância monetária para si mesmo, apesar das análises positivas realizadas por vários cientistas competente e especialistas em fotografia. Em partícula, parecem ser pessoas que, devido a algumas opiniões estranhas sobre o resto do mundo, a política ou as religiões, não podem suportar a verdade que podem divergir de suas próprias crenças. Estão dispostos a apagar a verdade com a ajuda de métodos mesquinhos e desonestos, e extinto, se é possível, inclusive se isso significa passar por cima de cadáveres, manchar e destruir a reputação de outro ser humano. A maioria dessas acusações nem sequer estão respaldadas por pesquisas cientificas ou contém dados falsos e distorcidos. Além disso, é um feito conhecido que numerosas fotos de Billy foram cuidadosamente manipuladas no passado para mostrar redes e anomalias similares e foram amplamente distribuídas numa tentativa de desacreditá-lo. No entanto, a decisão sobre sua autenticidade recai na última instancia em todos e cada um dos indivíduos ».

Uma das fotos de OVNI de Billy Meier

Também está o pesquisador Horn, que tem defendido incansavelmente as fotografias e das datas de Meier, incitando as pessoas a aprofundar no assunto e não ignorar essa suposta «evidência». Ele tem dito dele:

«Embora a evidência De Meier seja certamente extraordinária, o termo em si é prejudicial. Não foi uma vez ‘extraordinário’ afirmar que a Terra se movia em torno do Sol? Provar qualquer afirmação utilizando metodologias cientificas determinará os fatos. Internet permite a qualquer um examinar a evidência de Meier, verificar as datas dos direitos do autor etc., e utilizar o software de última geração, não disponível até décadas depois de que Meier levou suas fotos de OVNIS, para analisar e autenticar sua evidência. Se for considerado genuíno, agora nos enfrentamos o descobrimento mais importante, da ciência e a história humana, a existência confirmada e o contato contínuo com a vida extraterrestre inteligente. Se isso for o caso, queríamos prestar atenção especial às advertências que tem proporcionado sobre os próximos efeitos ambientais, eventos geopolíticos e financeiros que podem ameaçar nossa sobrevivência futura. Creio que essa pode ser a razão subjacente dos contatos de Meier».

Independentemente do que uns possa pensar, as famosas fotos de Billy Meier têm sido desacreditadas em grande parte, embora ainda haja muitas pessoas que as consideram reais, e se discutem até o dia de hoje. Independentemente de seu pedigree, encontram-se entre algumas das imagens de OVNI mais publicadas e reconhecidas instantaneamente que existem, fraudes ou não, e tem conseguido ressonar na comunidade OVNI até o dia de hoje, para o bem e para o mal.

Fonte: Exploración OVNI

Publicado por Rafael Barros

Analista de sistemas apaixonado pelos estudos da teoria dos antigos astronautas e pesquisador da Associação Mato-grossense de Pesquisas Ufológicas e Psiquicas- AMPUP - MT

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: