El Mirador de Guatemala presume provavelmente a maior pirâmide do mundo

Autor: Ed Whelan

Traduzido por: Rafael Barros

A civilização maia é um das mais misteriosas e fascinantes da história. Talvez há muitas coisas que não sabemos, mais são muito admiradas por seu sistema de escrita completamente desenvolvida, seus sistemas de arte, matemáticos e astronômicos e, sem dúvida, seu gênio arquitetônico, construindo cidades prospera em ambientes extremos. El Mirador tem a maior pirâmide jamais construída e toda América pré-colombiana possivelmente em todo o mundo. Localizada em uma selva remota, muitas pessoas ainda fazem a árdua caminhada para visitar as maravilhas fenomenais desse sitio maia.

A história de El Mirador

A cidade foi fundada em algum momento do século VI a.C. e floresceu até o século III d. C. com uma população sofisticada para o período.

Um dos descobrimentos notáveis sobre El Mirador é que se encontra na floresta e inclusive quando está limpo, a terra não costuma ser adequada para a agricultura. Os maias tinhas uma solução engenhosa: importar lodo rico em nutrientes dos mais baixos ou pântanos sazonais. Isso os permitiu converter a antiga floresta em terra de cultivo saudável que sustentava a uma grande população. Como resultado, a bacia do Mirador esteve densamente povoada na história precoce dos maias.

Frisos de reboco em El Mirador que decoravam as margens de um sistema de recolocação da água (CC BY 2.0)

A cidade era a autoridade política dominante na região e durante o período de colapso social associado com o período Clássico Médio na Mesoamérica, a cidade foi atacada. Se pode ver evidencia disso no grande muro que se construiu ao redor do sitio nesse momento.

Em algum momento do século III d. C., o edifício foi interrompido em El Mirador e pode ter sido abandonado. O sitio foi reocupado mais tarde no período Clássico Tardio, e se converteu em um centro cultural até que finalmente foi abandonado no século IX D.

O redescobrimento de El Mirador

A cidade esteve totalmente perdida na história e coberta pela selva por séculos, ainda que possivelmente o local foi encontrado por habitantes locais que buscavam borracha a princípios do século XX. Também se detectou durante um reconhecimento aéreo na década de 1920, mas só se mapeou na década de 1960.

Devido à distância da localização, El Mirador não foi pesquisado até a década de 2000. Em 2002 começou um projeto para estabilizar os edifícios, fazendo muito para preservar o magnifico sitio que agora é parte do Parque Nacional El Mirador.

As maravilhas de El Mirador

Grande parte da cidade tem sido destruída ou ainda está coberta de vegetação. No entanto, há muitos lugares notáveis para ver no complexo arquitetônico, incluídas três dezenas de estruturas piramidais de vários tamanhos do período clássico maia. São anteriores a outras importantes pirâmides com as de Tikal por séculos.

Construídas sobre plataformas, essas pirâmides estão compostas por degraus e tipicamente estão acompanhadas por dois edifícios orientados para o interior. Originalmente, estavam recobertos com gesso ou reboco pintados e eram visualmente impressionantes.

Restos de uma pirâmide em El Mirador (Gallice, G / CC BY 2.0)

A mais famosa das pirâmides escalonadas é La Danta, que mede 230 pés de altura (72 metros), que sobressai da cobertura da selva e pode-se ver a milhas. Ao incluir a plataforma sobre a que descansa. É e maior pirâmide do mundo. Os arqueólogos creem que o enorme edifício demorou 15 milhões de dias úteis em se construído. La Danta tem quatro caras com uma escadaria de pedra no lado leste. A vista desde a parte superior da estrutura é realmente impressionante.

Outras duas notáveis pirâmides em El Mirador são La Tigre e os Los Monos. Os maias criaram muitos frisos de esteira e reboco talhados que representam cenas da mitologia maia e são obras de arte notáveis e inclusive seus sistemas de recolocação da agua de pedra estavam decorados com frisos. Também se pode ver uma grande quantidade de calçadas de pedra ou caminhos elevados.

Visitando El Mirador

El Mirador encontra-se numa zona remota do norte da Guatemala, no departamento de Petén. Devido a sua distância, os visitantes terão que caminhar até a antiga cidade, que pode levar vários dias e contratar um guia profissional local essencial. Não há alojamento perto de El Mirador e o acampamento de visitantes é na selva.

Fonte: https://www.ancient-origins.es/lugares-antiguos-americas/piramides-guatemala-005444

Publicado por Ufologia & Cosmos

Sou analista de sistemas apaixonado pelos estudos da teoria dos antigos astronautas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: