Livro dos antigos Maias: “Seres de outros mundos criaram o ser humano”

O Livro dos Antigos Maias está composto por uma série de histórias onde se explica como seres de “outros mundos” criaram à civilização.

Os Maias nos contam uma versão da criação bastante interessante.

De acordo ao Livro dos Antigos Maias, também chamado “Popol Vuh”, esses seres de outros mundos eram conhecidos como “O Criador, o Antigo, o Dominador, a Serpente Emplumada”.

O texto refere-se a esses seres como “Eles”, e são os encarregados de dar existência a tudo o que existe no nosso mundo.

O Livro dos Antigos Maias – Deuses da criação

Os antepassados dos maias falavam de “Eles” como seus deuses criadores da humanidade. A diferença da civilização maia mais moderna, O Livro dos Antigos Mais menciona-se como “eles” tiveram grande influência na criação do homem.

Estavam ocultos sob plumas verdes e azuis, por isso se lhe chama Gucumatz (Serpente Emplumada). De grande sabedoria, de grandes pensadores é sua natureza. Dessa maneira existia o céu e também o Coração do Céu, que esse é o nome de Deus. Assim contava.

Chegou aqui então a palavra, viveram junto com Tepeu (o Dominador) e Gucumatz (a Serpente Emplumada) na escuridão da noite, e falaram entre si Tepeu e Gucumatz. Falaram, pois, consultando entre si e meditando; se puseram de acordo, juntaram suas palavras e seu pensamento.

Então se manifestou com claridade, enquanto meditavam, que quando amanhecesse devia aparecer o homem. Então dispuseram a criação e crescimento das arvores e os cipós e o nascimento da vida a criação do homem. Se dispôs assim nas trevas e a noite pelo Coração do Céu, que se chama Huracán. O primeiro se chama Caculhá Huracán (O Relâmpago). O segundo é Chipi–Caculhá (o Ranhuras do Relâmpago) o terceiro é Raxa–Caculhá (o Raio que Golpeia). E esses três são o Coração do Céu. ”

O livro explica claramente que “Eles” não só são os responsáveis da criação do homem. São os responsáveis de tudo o que existe no mundo.

“Eles”: A criação do mundo

Logo a terra foi criada por eles. Assim foi a verdade como se fez a criação. Terra! Disseram, e no instante foi feita. Como a neblina, como a nuvem e como uma poeira foi criada, quando surgiram da água as montanhas; e no instante cresceram as montanhas.

Somente por um gênio, só por arte magica se realizou a formação das montanhas, e os vales; e imediatamente brotaram junto os ciprestes e pinares na superfície. E assim se enchei de alegria Gugumatz, dizendo: Boa tem sido sua vinda, Coração do Céu, tu, Huracán, e tu, Chipi-Caculha, Raxa-Caculhá. Nossa obra, nossa criação, será terminada, constataram.

A terra então foi coberta com as diversas forma de vida animal. O Criador e o Antigo, disse aos animais: Diga, pois, nossos nomes, louvai-nos a nós. Nossa glória ainda não é perfeita, já que vós não podeis invoca-nos. Tocas e alimentos terão, mas enquanto a tua carne, se comerá. Esse é teu destino. ”

Por que falam de seres de “Outros mundos”?

Se lermos lentamente o texto anterior, podemos apreciar como os criadores parecem ter “falado” em um princípio na criação do homem. No entanto, “Eles” voltaram ao céu para “se sentar” e pensar cuidadosamente que fazer.

Deuses ou algo mais

Essa última linha fala por si só. A única forma de que puderam se sentar no céu é que estiveram sobre algum veículo voador.

Mais uma vez há um conselho no céu. “Vamos a tratar de novo, façamos deles os que tem de ser nossos veículos e alimentadores”. Assim que os Criadores estavam decididos a fazer o homem, Da terra vermelha eles moldaram sua carne, mas quando o fizeram, viram que não era bom. Ele era incoerente, não teria forças, era incapaz, aguado; Ele tinha sido dotado com a fala, mas não tinha a inteligência; E logo se consumiu na água sem ser capaz de se manter em pé.

Mais uma vez os deuses entraram em conselho. Se decidiu que o homem seja feito de madeira do tzité (sobreiro), e a mulher da medula do zibac (salgueiro); porem o resultado não foi satisfatória e já eram manequins de madeira. E essas são as pessoas que habitam na superfície da terra. Eles existiram e se multiplicaram, mas não tinham nem o coração, nem a inteligência, nem a memória de seus criadores. Levavam uma vida inútil e viviam como animais”

Eles não eram senão uma tentativa dos homens. Devido a que não dirigiram seus pensamentos para o Coração dos Céus. A face da terra se escureceu. E uma chuva triste começou a cair. Chegaram (então) todos os animais, grandes e pequenos (e os homens foram) golpeados em suas próprias caras pelos bastões e as pedras.

Todos os que lhes haviam servido falaram, para os atormentá-los, inclusive seus utensílios tomaram forma e voz parra acrescentar a sua miséria. Então os homens caíram de aqui para ali em desespero. Eles buscaram refúgio nos telhados, mas as casas se derrubaram por deixado deles; trataram de subir as arvores, mas as arvores lhes atiravam abaixo. Tentaram entrar nas cavernas, mas as cavernas eram fechadas ante eles. Dessa maneira se fez a destruição dessas criaturas, salvou uns poucos de seus descendentes, que agora existem no bosque como pequenos macacos. ”

O homem perfeito

Na terceira parte do Livro dos Antigos Maias, continua relatando a história da criação:

Mais uma vez os deuses comungaram juntos e o Criador e o Antigo fizeram quatro homens perfeitos sua carne estava composta inteiramente de milho amarelo e branco. O nome da primeira foi Balam- Quitze; da segunda, Balam-Agab; da terceira, Mahucatah; do quarto, Iqui-Balam.

Eles não temiam nem pai em mãe, nem se fizeram pelos agentes ordinários na obra da criação, mas sua vinda na existência eram um milagre extraordinário, causada pela intervenção especial do Criador.

Verdadeiramente, ao menos, os deuses viram aos seres que eram dignos de sua origem”.

Uma versão diferente e bastante detalhada das origens do nosso mundo. De como esses serres: o Criador, o Antigo, o Dominador, a Serpente Emplumada criaram o homem.

Estamos falando realmente de simples deuses. Ou, pelo contrário, poderia se tratar de uma interpretação do que viram os antigos Maias?

Fonte: https://www.ufo-spain.com/2020/12/23/libro-de-los-mayas-seres-de-otros-mundos-crearon-al-ser-humano/

Publicado por Ufologia & Cosmos

Sou analista de sistemas apaixonado pelos estudos da teoria dos antigos astronautas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: