Controversias sobre a data exata do Diluvio Universal

Ultimamente mais e mais pesquisadores por todo o mundo asseguram ter achado por fim provas cientificas dos mitos bíblicos, e inclusive revelam datas exatas dos acontecimentos que haviam passado de pais a filhos durante milhares de anos na forma de lendas antes de poder ser gravados no papel.

Assim, os geólogos austríacos Alexander Tollman e sua esposa Edith Kristen-Tollman da Universidade de Viena, em seu estudo realizado, asseguram ter conseguido calcular a data exata do Diluvio Universal, último evento global catastrófico em escala planetária que a a humanidade conhece pelo Antigo Testamento.

23 de setembro de 9545 a.C.

Ainda que a maior parte das opiniões referentes ao Diluvio universal do Genesis bíblico-mesopotâmico e inclinam a pensar que tem uma origem mítico, os cientistas afirmam em seu trabalho que uma profunda analise estratigráfica das tectitas e os núcleos de gelo os deu provas suficientes são somente para chegar na conclusão de que o acontecimento bíblico realmente sucedeu, mas que também revelar que teve lugar em 23 de setembro de 9545 a.C.

O evento que, todavia, está presente em todas as culturas, se interpreta pelos pesquisadores com a consequência de uma colisão de um cometa com a Terra, cujos fragmentos mais importantes caíram no oceano, o que gerou um terremoto de um poder sem precedentes, erupções vulcânicas, tsunamis, furações e fortes chuvas em escala global, seguidos primeiros por uma subida significativa das temperaturas no planeta e logo por um brusco esfriamento.

Nada mais publicado, a hipótese causou uma onda de críticas e foi rejeitada por múltiplos especialistas que culparam aos Tollman, entre outras coisas de publicar um estudo pseudocientífico devido na impossibilidade de calcular a data exata de uma série de acontecimentos catastróficos que descrevem os geólogos que, além disso, não beneficiam de nenhuma evidencia física credível.

6000 a.C.

Segundo outra corrente de opinião, o Diluvio pode ser na verdade um tsunami mediterrâneo produzido pela explosão do vulcão Etna na cota oriental da Sicília que ocorreu por volta do ano 6000 a.C. e causou um enorme tsunami que deixou sua marca em vários lugares do mar Mediterrâneo.

5600 a.C.

Entre as múltiplas hipóteses do acontecimento, um pertencente aos geólogos americanos William Ryan e Walter Pitman, da Universidade de Columbia, que por sua parte falam da inundação do mar Negro, cuja estreita faixa de terra que o separa do mar Mediterrâneo, é terminar a era glacial, se havia erodido causando sobre o 5600 a.C. uma inundação catastrófica.

2300 a.C.

O Diluvio universal é um acontecimento narrado no Genesis, o primeiro livro da Biblia, sobre a história de Noé e o castigo enviado por Deus na humanidade por seus pecados. Segundo a cronologia do livro, o evento teve lugar no ano 2370 a.C.

Fonte: https://mysteryplanet.com.ar/site/controversias-sobre-la-fecha-exacta-del-diluvio-universal/

Publicado por Ufologia & Cosmos

Sou analista de sistemas apaixonado pelos estudos da teoria dos antigos astronautas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: