Projeto Montauk: Abriram um portal espaço-tempo em 1983?

As viagens no tempo guardam muitas teorias no seu currículo, no entanto, é possível que em 1983 se tenha aberto um portal espaço-tempo nos Estados Unidos devido ao projeto Montauk.

Se visitarmos Long Island, podemos toparmos com Montauk Point, um ponto bastante conhecido por grande parte dos habitantes de Nova York devido a sua história.

No entanto, mais ao oeste podemos ver uma base da Força Aérea americana abandonada desde 1969.

Até o momento nada tem conseguido rastrear o financiamento. Pesquisadores do governo continuam buscando uma resposta, mas sem êxito algum.

Quando se pergunta aos moradores sobre esse sucesso, poucos sabem realmente que sucedeu, embora existem muitas lendas sobre o Projeto Montauk.

O que é o Projeto Montauk?

Até o momento, não é mais que uma teoria apesar de que se tem encontrado muitas provas que podiam dar veracidade aos fatos ocorridos na Estação da Força Aérea de Montauk, mas nada definitivo.

Se diz que seu principal objetivo era o de desenvolver técnicas de guerra psicológica e pesquisas não convencionais, onde se incluía a viagem no tempo.

Começo do Projeto Montauk

O começo do Projeto Montauk com o USS Eldridge em 1943. Crédito: Wikimedia Commons (domínio público)

O nascimento do projeto tem seus começos muito provavelmente com o Experimento Philadelphia e tudo o relaciona com o evento dentro do USS Eldridge 40 anos atrás.

Usando as teorias deixadas por Nikola Tesla, tentaram-se criar uma espécie de “blindagem eletromagnética” que tornaria invisível o navio a qualquer radar para usá-lo na Segunda Guerra Mundial.

Décadas de investigação secreta e desenvolvimento de tecnologia aplicada tomando como base os sucessos anteriores, levaram na realização de diferentes projetos em onde se estudava a vigilância eletromagnética do cérebro e o controle mental em populações específicas.

A finalização desse projeto chegou a seu ponto mais alto quando na base de Montauk Point, em 1983, conseguiram criar uma rachadura espaço-tempo para 1943.

Nascimento da teria da conspiração

Preston Nichols, Principal diretor do Projeto Philadelphia. Credito: Shanti Deus / Youtube

Ainda se trata de uma espécie de lenda urbana para as habitantes de Long Island e que mais tarde se espalhou por todo o mundo, isso surgiu com Preston Nichols.

Esse personagem declarou que durante muitos anos, alguns relances de recordações apareciam em sua cabeça de um momento a outro, mas não sabia do que se tratava.

Contudo, isso o compensou, para que, pouco a pouco, algumas memórias de sua participação no projeto Montauk se formassem claramente.

Devido a ele se motivou a continuar pesquisando, que se valeu a conseguir parte do equipamento que se usou no projeto, além de descobrir seu posto como Diretor Técnico. Tudo isso o levou a 1943 e as desastrosas consequências do ocorrido com o USS Eldridge.

A criação do Projeto Montauk

Projeto Montauk. Crédito: Nojo13 / Wikimedia commons, Free-Photos / Pixabay, Wikimedia Imagens / Pixabay. Edição Erick Sumoza

Não há uma versão “oficial”, mas tudo aponta que se tata de uma extensão do Experimento Philadelphia mencionado anteriormente.

Nos anos 50, Nichols reuniu aos pesquisadores sobreviventes e lhes convenceu de continuar o trabalho anterior, mas dessa vez focado na manipulação da blindagem eletromagnética que conseguiu, não só ser invisível ao navio, antes que traz consequências inimagináveis.

O USS Eldridge havia desaparecido e reapareceu a centenas de quilômetros de distância, em Norfolk, Virginia. Tudo parece indicar se abriu um buraco no espaço-tempo.

Muitas versões da história asseguram que o projeto foi recusado pelo Congresso americano já que estavam totalmente seguros dos resultados.

Contudo, os pesquisadores recebiam um financiamento secreto do Departamento de Defesa, depois de prometer a criação de uma arma que poderia utilizar na guerra psicológica.

O porque não se tem conseguido rastrear o financiamento dos recursos se deve a que essa vinha do ouro secreto nazista que se encontrava oculta em um trem. Mesmo que se descobriu a tempo depois na fronteira suíça, na França.

Os primeiros trabalhos haviam começado no Laboratório Nacional Brookhaven sob o título falsoProjeto Phoenix”, mas as necessidades de uma grande antena de radar levaram todo o projeto na base de Montauk, na qual teria todo o equipamento de radar a disposição.

O lugar era enorme e desolado já que a localização ainda não se tinha convertido em uma atração turística. Além disso, os acessos de agua faziam com que os equipamentos não fossem detectados. Algo primordial para a continuidade do projeto.

Realmente é complicado crê que um projeto tão ambicioso pudesse ter sido dado as costas do governo dos Estados Unidos, mas as continuas evidencias, ainda sem ser conclusivas, geram esse sentimento de dúvida…

Fonte: https://codigooculto.com/2019/12/proyecto-montauk-se-abrio-un-portal-espacio-tiempo-en-1983/

Publicado por Ufologia & Cosmos

Sou analista de sistemas apaixonado pelos estudos da teoria dos antigos astronautas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: