O foguete do Rei Pakal, por que tem a base abandonada em um depósito?

Pakal “o Grande” era conhecido como um líder da civilização maia, que regia a cidade-estado chamada Palenque. Esse líder se incumbiu de que a cidade de Palenque se converteria em uma das cidades mais desenvolvidas da civilização.

Já que, tratou-se de reina-la durante os anos de 615 até o 683 d. C, obtendo o uso de grande tecnologia nas áreas de artes, arquitetura e economia. Durante seus anos de mantado, Palenque atravessou por uma época muito próspera para todos seus cidadãos.

Além disso, durante seu reinado se fizeram as construções de muitos monumentos que seriam considerados com uma tecnologia muito avançada, Entre estes monumentos se encontrava um Templo conhecido como o Templo das Inscrições, cuja forma estava desenhada como pirâmide.

A finalidade deste templo era para poder mantar os restos de Pakal uma vez que morrera, porém, segundo os cientistas, neste Templo não havia nada. Segundo a exploração do descobrimento do Templo, durante os anos cinquenta, a tumba de Pakal encontrava-se totalmente vazia.

A pedra se encontra gravada com muitas inscrições antigas e muitas formas de têm sido debatidas em busca de um verdadeiro significado.

Segundo os arqueólogos que realizaram o descobrimento, a pedra se trata de uma peça de arte da cultura maia. Até o momento, se considera que a pedra relatava a história de Pakal durante sua descida ao mundo dos mortos.

No entanto, muitos especialistas refutam esta decisão devido dessa forma na qual foi esculpida a pedra parece ser a prova perfeita para demonstrar a existência de vida extraterrestre.

Muitos pesquisadores consideram que a imagem de um homem em uma nave espacial faz referência a vida extraterrestre.

Ante o descobrimento destes jeroglifos, se tem tomado muito tempo para decifrar a verdadeira mensagem detrás deles. No entanto, muitos consideram que mais além de uma obra de origem Maia, se trata de um jeroglifo feito por extraterrestres.

Segundo muitos pesquisadores, ao analisar a pedra de uma forma em especifico, é possível observar que Pakal se sentava de uma forma muito peculiar sobre a nave. De fato, é da mesma maneira como se sentam os astronautas para não verse afetados pela força G durante as viagens ao espaço.

Este feito tem despertado a curiosidade de muitos cientistas

Graças a que é possível observar este estranho detalhe, se tem gerado as teorias de que Pakal poderia estar indicando que iria ao espaço: O que poderia explicar a ausência de um corpo ou de restos em sua tumba.

Este também poderia indicar a existência de vida extraterrestre e confirmar os milhares de teorias que existem ao redor de uma possível conexão entre o povo maia e os extraterrestres.

Fonte: http://ufoymisterios.es/antiguas-culturas/el-cohete-del-rey-pakal-por-que-tienen-la-base-abandonada-en-un-trastero/

Publicado por Ufologia & Cosmos

Sou analista de sistemas apaixonado pelos estudos da teoria dos antigos astronautas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: