Ex-agente da CIA afirma que a autopsia extraterrestre de 1945 foi real

O britânico Ray Santillo, apresentou em 1995 um estranho rolo de filme a canais de televisão de mais de trinta países onde se apreciava o que parecia ser um autopsia extraterrestre por parte dos Estados Unidos em 1947. Agora, cientista da CIA assegura que é real.

De acordo ao publicado pelo jornal britânico Daily Mail, o documento assegura que o ex-cientista da CIA, Kit Green, foi informado em três ocasiões distintas, durante e depois de seu serviço na Agencia Central de Inteligência sobre temas relacionados com os extraterrestres, a autopsia alienígena e os casos de Roswell.

Depois de abandonar a CIA em 2001, os arquivos asseguram que Green foi chamado pelo Pentágono por uma “pessoa de uniforme” para avaliar a legitimidade da filmagem. O mostraram uma série de fotos da autopsia, assim como diferentes relatórios antes de entregar seu próprio relatório em janeira desse ano.

Em poucas palavras, se assegura que Green confirmou a autenticidade do vídeo, que o cadáver extraterrestre era genuíno e que havia sido mostrado no passado em uma sessão informativa do Pentágono em 1987.

Um e-mail incluído no documento também informa que Green assegura que o tecido e órgãos estranhos estão armazenado no Museu Médico do Exército e Instituto de Patologia das Forças Armadas Walters Reed, em Washington.

No entanto, em 2017, o cineasta Spyros Melaris revelou que havia ajudado a Santilli a criar o vídeo; criar o ambiente de um laboratório em um departamento de Londres e usar cérebros de porcos e órgãos animais para extraí-lo de um boneco feito de espuma.

Isto tem gerado um grande debate entre teóricos e pesquisadores, levando a crer que é real. No momento, o pesquisador Philip Mantle qualificou o vídeo como o maior engano da história, mas esta informação mostra que é bem real.

Melaris insiste que foi ele junto a sua equipe criarem e editarem o vídeo para que parecia antigo e enganaram o mundo em 1995. Também confirmou que John Humphreys, especialista em efeito especiais, quem trabalhou em séries mítica como Doctor Who, criou o cadáver do suposto extraterrestre.

Além disso, afirma que junto a seu irmão e noiva, formaram parte da equipe de supostos “patologistas” do governo que se filmaram dissecando o extraterrestre.

Para colocar mais realismo a seu trabalho, a película de 16 mm se entrou junto as notícias de uma partida de beisebol universitário em 1947 em Roswell, para convencer aos especialistas da Kodak que era real.

Santilli, supostamente teve ganancias milionárias com o vídeo. Mas este novo documento parece indicar todo o contrário, que pressionaram Santilli e a Melaris para que declarara publicamente que tudo tinha sido um engano, quando tudo estava sendo real.

Uma vez os acontecimentos de Roswell voltaram a ser um escândalo, e é que parece que o Pentágono não encontra forma de enterrar este sucesso de uma vez por todas. O que pensas sobre esse novo documento. Deixa-nos teu comentário mais embaixo.

Vídeo do Youtube

Fonte: https://www.ufo-spain.com/2019/07/07/ex-agente-de-cia-afirma-autopsia-extraterrestre-1945-fue-real/#comments

Publicado por Ufologia & Cosmos

Sou analista de sistemas apaixonado pelos estudos da teoria dos antigos astronautas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: