As semelhanças das Antigas Civilizações

Já começo este artigo com uma simples pergunta: Por que algumas pessoas acreditam que há vida fora da Terra e outras não e, porque alguns viram algo e que tiveram contato e outras dizem que isso é só pura imaginação, para aqueles que não acreditam é melhor começarem a pensar que existe o que tanto se alegam, pois como disse Carl Sagan: “Se não há vida fora da Terra, o Universo seria um desperdício de espaço” algumas das evidências disso podemos visualizar nas tumbas dos faraós que se encontram nas pirâmides, nas civilizações Maias, Astecas, Incas, Egípcias, Hindus, entre outras.

Em relação à cidade maia de Palenque, há uma pedra em um dos templos que ficou conhecida pelos especialistas como o “Astronauta de Palenque”, como você pode ver na imagem acima, nela podemos ver detalhes que em algumas partes se assemelha a um ônibus espacial.

Agora se pegarmos essa imagem acima, vejam que é muito semelhante ao jeito como os astronautas ficam na cabine do ônibus espacial, repararam que é bem semelhante, isso não pode ser coincidência, é fato, e com certeza os maias tiveram em algum momento contatos com os seres extraterrestres no passado, (as comparações estão marcadas com as linhas amarelas).

Uma das evidências que mais me intriga é quando pegamos arquitetura de uma civilização com outra como nessa imagem abaixo que faz uma comparação da arquitetura suméria com a da arquitetura maia, a pirâmide maia que foi ocupada nessa comparação é a Pirâmide de Kukulkan que se situa na cidade maia de Chitzen Itza no México.

Nesta outra imagem há uma comparação de dois monumentos, um em Camboja e outra na Guatemala, tão parecidos que se parecem que estão em lugares próximos mais não estão.

Outra imagem que podemos fazer a comparação é tão intrigante quanto a anterior, que é da pirâmide de Kukulkan com uma em Bali como é visto a baixo.

Nessa imagem em si, podemos ver que as escadarias, as partes laterais e os seres celestiais que foram designados são muito parecidos, ambas as civilizações estão separadas por milhares de quilômetros de distancias uns dos outros.

Na América do Sul, há duas cidades arqueológicas que deixam qualquer pessoa que a visitam perplexa, pois como é que a civilização que morava nela conseguiu fazer tais cidades, sem possuir tecnologia nenhuma, as cidades são: Tiahuanacu e Puma Punku, ambas ficam na Bolívia e ficam próximas ao famoso lago Titicaca que se situa entre a Bolívia e Peru.

Há uma história que não tem como saber se de fato é verdadeiro ou falso, pois dizem que a cidade de Puma Punku foi construída pelos Deuses em um dia e destruída também em um dia. Nas ruinas da cidade de Puma Punku há várias imagens em pedra de rostos de pessoas de várias partes da Terra, agora vem à dúvida, como é que eles sabiam a fisionomia de cada povo que eles nem sabiam da sua existência. Sobre a sua construção, ela foi contata pelos moradores mais sábios que comandavam a cidade aos colonizadores espanhóis que descobriram a tal civilização, sem falar que Puma Punku tem mistérios em algumas partes das suas ruínas que até hoje é uma incógnita, uma delas está em rochas com formato de H, que o único jeito conhecido de corte é com laser. A imagem acima pode ser vista pelo Google Earth, Google Mapas ou qualquer outro software de mapeamento.

A imagem acima mostra uma representação do tamanho das duas pirâmides e que alguns anos atrás, pesquisadores de vários países descobriram que a Grande Pirâmide de Teotihuacán, (à esquerda), possuía dimensões parecidas com a da Grande Pirâmide de Gizé (à direita), para a maioria das pessoas isso não faz sentido, de fato uma descoberta intrigante e espetacular para qualquer entusiasta no assunto, pois ambas não conheciam da sua existência.

Recentemente por causa do degelo no Polo Sul, foram descobertas diversas supostas pirâmides provocadas na Antártida, algumas delas dos quais os pesquisadores já estão fazendo comparações com uma das pirâmides de Gizé para ver suas semelhanças, pelas imagens divulgadas na época, elas não são parecidas, são idênticas as famosas Pirâmides de Gizé, principalmente a pirâmide do meio que a de Quéfren, o que será que os egípcios iriam fazer monumentos dessa magnitude tão longe num lugar onde tudo dos materiais são todos escassos. Antes dessa descoberta na Antártida, foram descobertas pirâmides na Bósnia há quase 10 anos que supostamente podem ter aproximadamente 25 mil anos, pois acreditavam que se tratava de apenas morros por causa do tamanho que elas possuem, mas acabaram descobrindo que esses morros são de fato pirâmides de uma civilização desconhecida até o momento.

Depois de termos nos falado das pirâmides de vários lugares do mundo, uma que vem tendo bastante discussão são as que foram encontradas na região chinesa de Xian, pois são parecidas ou até mesmo idênticas com as do Egito e do México. Muitas delas são para homenagear imperadores. O grande problema desses locais é que a China não assume e nem fala da sua existência.

Uma outra semelhança dessas pirâmides chinesas com as de Gizé, dos Astecas e as dos Maias é que há um conjunto delas que também se alinham perfeitamente com o Cinturão de Órion. Foi nessa região que foram encontrados os famosos guerreiros de Xian em terracota, debaixo de uma delas.

Há mais ou menos dez anos foram feitas várias descobertas sem precedentes numa região da Bósnia que todos acreditaram que se tratava que seriam montanhas, mas acabou sendo na verdade, pirâmides escondidas debaixo do mato. Segundo uma medição na época foi constata que uma delas tinha o tamanho de aproximadamente 220 metros de altura. Se comparando com o Grande Pirâmide de Gizé que mede 146 metros e a de Teotihuacán que tem a sua altura calculada de 86 metros, ela é considerada uma pirâmide gigantesca. Essa pirâmide faz parte de um complexo de pirâmides espalhados pela região dos Bálcãs. Calculam-se que elas tenham aproximadamente entre 12 a 25 mil anos. Essas pirâmides na Bósnia estão localizadas nas proximidades da cidade de Visoko.

Uma evidência de que poucos falam ou por faltar algo que a comprovasse, seria a existência de pirâmides na Austrália. Segundo as pessoas que os pesquisam, elas seriam tão enigmáticas e até mesmo parecidas com as que são encontradas no mundo todo. Agora ocorre algo sem explicação, porquê será que isso não é divulgado pela mídia no mundo todo.

Agora vêm as perguntas que até o momento não há resposta: O que será que essas pirâmides que estão espalhadas pelo mundo têm em comum e, porque civilizações tão longes uma das outras tiveram a mesma ideia em fazer monumentos parecidos para homenagear aos seus deuses? E o que as novas descobertas irão representar para a população global.

Publicado por Ufologia & Cosmos

Sou analista de sistemas apaixonado pelos estudos da teoria dos antigos astronautas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: